A GNR, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas do Porto, deteve, na sexta-feira, em Santo Tirso, um homem com 49 anos, pelo crime de violência doméstica.

A vítima, que seria alvo de maus-tratos há vários anos e pretendia divorciar-se, denunciou o marido, depois de ter sido hospitalizada na sequência do último episódio de agressões.

"Na sequência de uma investigação pelo crime de violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito, durante vários anos maltratou a sua esposa de 44 anos, através de ameaças, injurias e agressões, tendo a vítima sido hospitalizada no último episódio de violência doméstica, resultando na denuncia do suspeito. Foi ainda possível averiguar que as situações de violência se agravaram, após a vítima ter decidido divorciar-se do suspeito", escreve a GNR, em comunicado divulgado neste sábado.

Presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Instrução Criminal de Matosinhos, o suspeito ficou proibido de contactar, por qualquer meio, e aproximar-se da vítima ou da sua residência.