Perto de 170 bombeiros estiveram este domingo num incêndio num armazém da fábrica da Kilom, em São Julião do Tojal, no concelho de Loures, segundo informação da Proteção Civil.

As dezenas de operacionais foram apoiadas apoiados por 58 carros, de acordo com a informação do serviço da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) publicada no seu site.

Segundo a Proteção Civil, o incêndio está em fase de resolução.

Uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa adiantou à TVI24 que o incêndio deflagrou às 01:55 e provocou um ferido ligeiro, depois de uma trabalhadora ter inalado fumo.

A ocorrência está em resolução, o incêndio está demorado" e preveem-se "trabalhos demorados", rematou a fonte do CDOS de Lisboa.

À TVI24, muitos dos trabalhadores que assistiram ao incêndio mostraram-se preocupados, lembrando uma empresa "espetacular". Apesar da apreensão, a maioria diz-se confiante de que a Kilom se vai reerguer das cinzas.

Redação / com Lusa