Os números divulgados pela Direção-Geral da Saúde revelaram um aumento no número de casos confirmados de Covid-19 em Portugal. São agora 39, as pessoas infetadas com o novo coronavírus. O pneumologista José Reis Ferreira veio à TVI24, ao programa Covid-19 Consultório, para responder a algumas das questões que os portugueses têm em relação ao novo coronavírus.

Muitas pessoas continuam a ter dúvidas sobre as melhores práticas de higiene a ter para prevenir o contágio. Algumas acreditam ser necessário a utilização de gel desinfetante para uma higiene imaculada. José Reis Ferreira esclareceu que, apesar de ser uma boa forma de o fazer, não é a única.

Qualquer higiene das mãos que elimine a gordura, onde o vírus se promove, já é muito bom”, explicou. “O sabão mais elementar possível funciona”, sublinhou.

A vitamina C, utilizada para melhorar a imunidade, foi outro dos temas da conversa. O pneumologista admitiu que tomar vitamina C é “um bom hábito” que nós temos, no entanto, sublinha que é preferível a vitamina C natural, “como o tomate e as laranjas”.

O que é que a vitamina C faz? Dá reforça a barreira que nos separa com o exterior”, explicou. No entanto, deixa o conselho: “Não exagerem, sobrecarrega os nossos rins”.

No entanto, a maior dúvida dos portugueses é quanto à letalidade do vírus. Um dos entrevistados questionou José Reis Ferreira sobre o quão letal é o Covid-19.

É muito fácil de transmitir, mas não é muito letal”, explicou. “No entanto, há grupos onde é muito letal”.

Pessoas com doenças respiratórias, diabetes e idosos pertencem a este grupo de pessoas em que a letalidade é maior.

/ JGR