O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, (SEF),  anunciou este sábado ter detido na quinta-feira, em Alenquer, um cidadão estrangeiro de 30 anos, sob o qual constava uma interdição de entrada no Espaço Schengen, inserida por Itália.

O homem, que se encontrava em situação de permanência irregular em território nacional, apresentou vários documentos de identificação falsos”, tendo-se verificado “após submissão das impressões digitais” que “tinha uma identidade diferente daquela que figurava nos documentos de identificação apresentados” adiantou o SEF em comunicado.

Detido pelos crimes de indício da prática de furto qualificado, falsificação ou contrafação de documentos e violação da medida de interdição de entrada, o homem circulava, segundo o SEF, “numa viatura de alta cilindrada, sob a qual constava uma indicação no Sistema de Informação Schengen e na base de dados INTERPOL como viatura furtada desde 2016 e para apreensão”.

O suspeito foi apresentado na sexta-feira, no Tribunal Judicial da Comarca de Alenquer, para primeiro interrogatório judicial, tendo ficado em prisão preventiva.