Dois cidadãos estrangeiros que tentavam entrar em Portugal com documentos falsos foram detidos esta semana no aeroporto de Lisboa pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), que anunciou esta quinta-feira ter detetado mais três casos na semana passada.

Esta semana, um dos casos foi detetado no controlo de fronteira, quando um cidadão viajava para Toronto, com uma Autorização de Residência Permanente falsificada, “emitida pelo Canadá”, revelou o SEF, em comunicado.

O outro detido foi detetado num voo com destino a Dublin, apresentando um bilhete de identidade francês fraudulento, cujos dados haviam sido alterados.

Já na semana passada, o SEF havia intercetado três cidadãos estrangeiros portadores de documentação falsa”, que viajam com destino a Dublin, lê-se no documento.

De acordo com o SEF, dois deles possuíam bilhetes de identidade contrafeitos, “emitidos pela Bulgária e pela Roménia”.

O terceiro apresentou no controlo de fronteira um bilhete de identidade contrafeito “emitido por Itália”.

Os documentos fraudulentos foram entregues em juízo, junto com os detidos”, acrescenta o SEF.