O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) interceptou quinta-feira no Aeroporto de Lisboa dois cidadãos que haviam ingerido bolotas de cocaína, informou esta sexta-feira esta força, citada pela Lusa.

Segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), em colaboração com a Direcção-Geral da Alfândegas e a PJ, foi providenciada a revista e a ida daqueles passageiros ao hospital para serem sujeitos a um rastreio, confirmando-se que «eram portadores de produto estupefaciente no interior do seu organismo».

Não foi revelada a quantidade de cocaína dissimulada no organismo daqueles passageiros.

Os viajantes em causa embarcaram num voo proveniente de Brasília e encontravam-se em trânsito para Amesterdão (Holanda).

O SEF também informou que deteve quinta-feira, em Lisboa, um cidadão que tinha na sua posse uma arma de fogo de calibre 6,35, sendo ainda portador de autorização de residência falsificada e cheques furtados.

«A articulação entre uma instituição bancária e o SEF levou à detenção, no local, do cidadão que se encontrava na posse de uma autorização de residência falsificada e de oito cheques furtados. Feita revista de segurança apurou-se ainda que o mesmo era portador de uma arma de fogo e de 3 munições», relata o SEF.

O detido foi presente ao Tribunal Criminal de Lisboa.