O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou, nesta quinta-feira, que deteve, no aeroporto de Lisboa, um cidadão estrangeiro impedido de entrar no espaço Schengen e que transportava no corpo dois quilos de cocaína.

Em comunicado, o SEF adianta que foi detido, ao final da tarde de quarta-feira, um cidadão estrangeiro com uma medida cautelar de interdição de entrada no espaço Schengen, a pedido das autoridades espanholas e válida até meados de 2019.

Já depois de estar detido, os inspetores do SEF verificaram que o passageiro transportava, no seu corpo, cerca de dois quilos de cocaína.

O SEF refere que quando foi feita a revista de segurança para instalação no Espaço Equiparado a Centro de Instalação Temporária (EECIT) do aeroporto de Lisboa, verificou-se que o passageiro tinha alguma dificuldade de locomoção e, confrontado com a revista pessoal de segurança, declarou trazer cerca de dois quilogramas de cocaína enrolado nos membros inferiores, com fita adesiva e gaze.

O suspeito do crime de tráfico de droga foi presente à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial.