Um pai em fuga foi apanhado no aeroporto do Porto, na segunda-feira, com os dois filhos menores dados como "desaparecidos" em França, desde julho do ano passado, segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Os menores, de 11 e 13 anos, e de nacionalidade italiana, preparavam-se para viajar para Marraquexe, Marrocos, acompanhados pelo progenitor e de outro irmão, mais novo.

Os menores foram detetados no controlo documental de saída do voo com destino a Marraquexe, quando se preparavam para viajar na companhia do pai e de um outro irmão mais novo", explica o SEF.

Segundo, ainda, as autoridades portuguesas, "os menores terão sido subtraídos pelo pai, em julho de 2020, aquando da decisão judicial de colocá-los sob custódia dos Serviços Sociais franceses".

Os menores foram presentes ao Tribunal de Família e Menores de Matosinhos por elementos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, face à medida cautelar emitida por França, com a indicação de “tomar todas as medidas necessárias para a proteção dos menores e trazê-los perante as autoridades competentes”.

Catarina Machado