a nulidade




Na sequência da decisão de hoje da Relação de Lisboa, “entendemos que José Sócrates deve ser libertado de imediato, assim como devemos ter, de imediato, acesso aos autos", precisou Pedro Dellile.






sexta-feira, a defesa se deslocará ao DCIAP

segredo de justiça