O Comando Territorial da GNR da Guarda apreendeu 1.286 artigos alegadamente contrafeitos, avaliados em 47 mil euros, nas localidades de Seia e de Gouveia, foi anunciado esta sexta-feira.

Segundo a GNR, os artigos foram apreendidos na quinta-feira, através do Destacamento Territorial de Gouveia, com a colaboração de elementos do Destacamento de Intervenção da Guarda e dos Postos Territoriais de Seia e de Gouveia, na sequência de uma fiscalização a estabelecimentos comerciais do distrito da Guarda.

Durante a ação, os militares verificaram que em sete lojas fiscalizadas em Seia e Gouveia "era efetuada a venda de material contrafeito, o que culminou na sua apreensão e na identificação dos referidos proprietários".

A GNR identificou seis homens e uma mulher, com idades compreendidas entre 33 e 42 anos, pela alegada prática de crime de contrafação de artigos, lê-se num comunicado hoje divulgado.

Durante a ação de fiscalização, os militares apreenderam 350 calças, 250 perfumes, 172 relógios, 112 cartões de memória, 108 mochilas, 102 bonés, 102 cachecóis e 90 pares de óculos, no valor total de 47 mil euros.

O Comando Territorial da GNR da Guarda participou os factos aos Tribunais Judiciais de Seia e de Gouveia.