A Polícia Marítima retirou do rio Tejo o cadáver de um homem, que se suspeita ser o homem de 21 anos que desapareceu no passado domingo quando nadava perto da Ponta dos Corvos, no Seixal, avança a agência Lusa.

O alerta foi dado pelo mestre de um catamaran da Soflusa que fazia a ligação fluvial entre Lisboa e o Barreiro, e interrompeu a viagem porque detectou o corpo a boiar na água.

A Polícia Marítima «já informou o Gabinete Coordenador de Segurança e a Autoridade Marítima para o cadáver encontrado no Tejo», que foi transportado posteriormente pelos bombeiros para a morgue, explicou fonte policial.
Redação / SM