O Sindicato Nacional dos Profissionais de Educação (SINAPE) convocou uma greve para dia 5 de novembro, abrangendo Docentes e Não Docentes.

Em causa, segundo o SINAPE, estão "dificuldades laborais dos profissionais da educação", nomeadamente remunerações, progressões de carreiras, avaliação , rejuvenescimento das profissões, horários e concurso.

Contudo e face aos desenvolvimentos políticos relativos ao “chumbo” do orçamento e considerando que o governo se mantém em funções, a assembleia da república continua os seus trabalhos, decidiu a Direção Executiva do SINAPE manter a greve para dia 5 de Novembro, com reanálise da convocatória de greve para o dia 3 de novembro, face a possíveis alterações políticas", pode ler-se no comunicado.

Redação