A GNR fez vários disparos para o ar, na noite de sábado, numa ação policial para travar um ajuntamento de jovens em Sines, Setúbal. Pelo menos, uma pessoa foi detida.

Tudo aconteceu quando a GNR tentou acabar com uma festa ilegal, que estava a acontecer na cidade. Muitas das pessoas não acataram as ordem e ofereceram resistência às autoridades.

Um homem de 30 anos acabou por ser detido pelos militares da GNR e o grupo de amigos cercou o carro das autoridades, para tentar impedir a detenção.

Já com o indivíduo detido e no interior da viatura da guarda, segundo a GNR, foram os militares "injuriados e agredidos" e, "vendo a sua integridade física colocada em causa, foram efetuados disparos de advertência para o ar".

Dois militares da GNR envolvidos na ação sofreram diversas escoriações e deslocaram-se às urgências do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), em Santiago do Cacém, tendo recebido tratamento hospitalar.

O detido foi constituído arguido e os factos remetidos para o Tribunal de Santiago do Cacém.

Daniela Rodrigues / com Lusa - Notícia atualizada às 19:24