A PSP anunciou este sábado a detenção de um homem de 22 anos, na quarta-feira, na União das Freguesias de Massamá e Monte Abrão, concelho de Sintra, por suspeita dos crimes de furto e fazer-se passar por falso funcionário.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, através da Divisão Policial de Sintra, divulgou hoje que no dia 11 de janeiro, pelas 11:00, deteve “em flagrante delito” um homem de 22 anos, que foi já presente no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Oeste, para primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de termo de identidade e residência.

Segundo o comunicado, a PSP tem estado apoiar um casal de cidadãos “especialmente vulnerável” devido à sua idade (87 e 80 anos), tendo sido informada de que o casal foi “vítima de um furto de dinheiro após visitas de um suspeito que alegava ser funcionário de um operador de rede de distribuição de energia”.

Após as diligências efetuadas, foi possível saber que “se encontrava agendada uma nova visita do suspeito à residência do casal para uma suposta ‘inspeção técnica’”, pelo que a polícia da Esquadra de Massamá fez deslocar efetivos para monitorizar e avaliar os acontecimentos.

Na habitação do casal de idosos apareceu o homem de 22 anos, utilizando um cartão de identificação de funcionário e colete de um operador de rede de distribuição de energia, para efetuar uma nova “inspeção técnica”, desta feita na presença dos polícias.

O detido referiu ainda à polícia “ter adquirido bens com o dinheiro subtraído”, o que levou a uma busca por parte da polícia à sua residência, onde foi apreendido um telemóvel, um computador portátil, um ‘smartwatch’ e um par de ténis.