Os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) têm de reportar todos os meses os gastos com medicamentos, discriminado os fornecedores, segundo uma nova circular da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS).

«No seguimento de um acordo realizado entre a tutela e a indústria farmacêutica, torna-se necessário proceder a um acompanhamento mais detalhado da evolução das rubricas de compras e de consumos de medicamentos por fornecedor», esclarece a circular da ACSS, datada de 18 de julho, segundo noticia a agência Lusa.

Em maio, o Governo e a associação que representa os laboratórios (Apifarma) assinaram um acordo para permitir que a despesa do medicamento no SNS baixe 300 milhões de euros este ano.

No âmbito deste acordo, a indústria vê salvaguardadas algumas questões que envolvem o pagamento de dívidas ao setor e a introdução de fármacos inovadores no mercado.

Segundo a circular da ACSS, as entidades do SNS têm de enviar informação mensal acumulada, detalhada por fornecedor, das compras e consumos de medicamentos.

As unidades de saúde públicas têm de enviar já este mês a informação referente a 2011 e 2012, detalhadas por mês.
Redação / PO