Manuel Pedro Magalhães explica que é necessário um Serviço Nacional de Saúde, gratuito para todos os portugueses, contudo necessita de uma nova forma de organização.

É óbvio para todos, que ter de esperar dois anos, para ter uma primeira consulta de cardiologia é um desastre”, reiterou Manuel Pedro Magalhães.

Ainda assim, diretor clínico destacou a grande qualificação dos profissionais como uma melhoria, relativamente ao passado, na saúde em Portugal.

O especialista vai mais longe e revelou que a saúde deve ser dos sectores em que há um maior número de pessoas licenciadas, já que desde os médicos até aos técnicos todos têm um curso superior.

No espetro oposto, encontra-se a organização do Serviço Nacional de Saúde. Manuel Pedro Magalhães explicou que as equipas continuam a ser constituídas da mesma forma ao longo dos anos. On especialista pensa que enfermeiros e técnicos devriam passar a ter mais responsabilidades dado serem cada vez mais qualificados.

Portugal tem mais um terço de médicos por habitante do que tem a França e mesmo assim assistimos a crises enormes em termos de resposta, por exemplo, dos serviços de urgência”, destacou o especialista.

Na opinião de Manuel Pedro Magalhães existem médicos suficientes em Portugal. No entanto, estão mal estruturados e organizados na forma de prestar os cuidados.