O número de militares do Comando Territorial de Évora da GNR que testaram positivo para a covid-19 subiu para seis e outros seis aguardam o resultado do teste, disse esta quarta-feira fonte da força de segurança.

Numa resposta por correio eletrónico a questões colocadas pela agência Lusa, o porta-voz da GNR, Hélder Barros, indicou que o novo caso, que se junta aos cinco já anteriormente detetados, é de um dos 13 militares que fizeram o teste no dia 17 deste mês.

Segundo o oficial da GNR, outros seis militares foram testados para a covid-19 na segunda-feira e aguardam os resultados e um sétimo militar será testado na quinta-feira.

O primeiro caso positivo de covid-19 no Comando Territorial de Évora foi detetado no dia 11 deste mês e outros quatro surgiram na sequência dos testes realizados no dia 14 (três pelo Centro Clínico da GNR e um no Serviço Nacional de Saúde).

Também em declarações à Lusa, o presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto e Sá, citando dados da Autoridade de Saúde Pública, adiantou que existem no seu concelho "nove casos" de covid-19 relacionados com o "surto na GNR".

A situação "não oferece, para já, grandes preocupações em relação às pessoas infetadas", uma vez que são de "uma faixa etária mais baixa", realçou o autarca, salientando que "estão a ser investigados" os contactos com a comunidade.

Portugal contabiliza pelo menos 1.925 mortos associados à covid-19 em 69.663 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

/ CE