A Polícia Judiciária e a GNR detiveram um jovem suspeito de pertencer ao grupo que matou um septuagenário no assalto a uma pastelaria, em junho de 2018, na Cova da Piedade, Almada, distrito de Setúbal, foi anunciado esta sexta-feira.

Esta detenção insere-se numa investigação policial que tem vindo a apurar a autoria de diversos crimes graves, perpetrados de abril a junho do ano passado, nos quais se conta o assalto à mão armada a uma pastelaria da Cova da Piedade de que resultou a morte de um homem, com 70 anos. Pela prática de tal crime, encontram-se outros três presumíveis autores já em prisão preventiva”, refere uma nota da Polícia Judiciária.

A GNR indica, por seu lado, que militares do Comando Territorial da Trafaria, detiveram o jovem, de 18 anos, sobre o qual pendia um mandado de detenção por homicídio e roubo, quando este circulava num automóvel, juntamente com mais duas pessoas, na zona do Monte da Caparica, concelho de Almada.

Foi desencadeada de imediato uma ação policial no sentido de os abordar e, ao ter sido detetado pelos militares da GNR, o mesmo encetou uma fuga, acabando por abandonar a viatura que conduzia, sendo intercetado e detido pelos militares. Foi posteriormente entregue à Polícia Judiciária para realização de diligências de inquérito e a viatura foi apreendida”, acrescenta a GNR, em comunicado.

O suspeito, que vai agora ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medias de coação, não tinha carta de condução.