Um homem de 37 anos foi detido esta sexta-feira por violência doméstica, em Sintra, após obrigar a vítima a ter relações sexuais em troca de comida e tabaco, anunciou a PSP.

De acordo um comunicado do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, a vítima dependia financeiramente do agressor, sendo que os dois viviam em união de facto.

Fonte do comando sublinha que o detido impedia a vítima de trabalhar para que pudesse controlar mais facilmente a sua vida, fazendo com que a mulher dependesse economicamente de si.

Durante o tempo em que viveram juntos, o detido, além de a agredir, obrigava-a a ter relações sexuais como contrapartida para ter acesso a comida e tabaco", pode ler-se na nota.

A detenção resultou de uma investigação que culminou quando o suspeito localizou a vítima, que estaria acolhida num centro de pessoas sem-abrigo, e a agrediu, "manifestando que a considerava como sendo sua".

Quando percebeu que a polícia tinha sido chamada, o homem abandonou de imediato o local, mas acabou por ser detido.

O suspeito foi presente a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Oeste, no Núcleo de Sintra, onde lhe foi aplicada a medida de coação mais gravosa, de prisão preventiva.