A Polícia Judiciária (PJ) deteve esta quarta-feira, em Lisboa, quatro homens suspeitos de diversos assaltos à mão armada a distribuidores de tabaco, numa operação conjunta com a GNR., informa a Lusa.

Em comunicado, a PJ explica que os detidos, com idades entre os 20 e os 40 anos, «abordavam os distribuidores no momento em que estes carregavam as máquinas de venda instaladas em estabelecimentos de restauração ou outros», ameaçavam-nos com «armas de fogo» e «agrediam-nos violentamente».

Depois, «mantinham-nos sequestrados até ao transbordo do tabaco e do dinheiro para o veículo em que os primeiros se faziam transportar».

Na operação foi apreendida uma arma de fogo de calibre 7,65 mm e 13 munições do mesmo calibre, uma arma branca (moca), luvas e a carrinha onde os suspeitos se transportavam, tendo ainda sido recuperado o tabaco subtraído num assalto verificado terça-feira na zona de Benavente e durante o qual foram interceptados pela GNR.

Todos os detidos, com excepção de um, «apresentam importantes antecedentes criminais na área do crime violento, em especial do tráfico de estupefacientes e do roubo com recurso à utilização de arma de fogo, tendo já cumprido pesadas penas de prisão», refere a PJ, adiantando que um deles estava evadido da cadeia.

Os detidos vão ser presentes quinta-feira a tribunal para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coacção.
Redação / CLC