Um homem de 45 anos detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita da violação de um menor de 17 anos no concelho de Tábua, distrito de Coimbra, vai ficar em prisão preventiva, foi esta quinta-feira anunciado.

Fonte da Diretoria do Centro da PJ disse à agência da Lusa que os supostos crimes do detido, primo afastado do pai da vítima, começaram há cerca de dois anos.

"A vítima padece de doença grave do foro mental e era atraída para a casa do familiar, que era vizinho", explicou a mesma fonte, acrescentando que os atos sexuais eram cometidos sob ameaça e perante a entrega de quantias em dinheiro.

Os crimes eram cometidos num contexto socioeconómico desfavorecido, pelo que a irmã da vítima estranhou as quantias em dinheiro na posse do irmão e obteve a denúncia dos atos sexuais.

O suspeito não tem antecedentes criminais, é solteiro e vive sozinho.

/ RL