Um taxista foi detido por cobrar a mais a estrangeira que levou à Web Summit, em Lisboa.

O homem, de 40 anos, foi detido na terça-feira e é suspeito do crime de especulação, indicou a PSP, nesta sexta-feira.

"A detenção foi consumada quando o motorista de táxi foi intercetado após ter cobrado indevidamente um valor superior ao que ostentatva o taxímetro. No momento da ordem de paragem por parte do polícia da PSP, pelo serviço efetuado, o taxímetro marcava, em serviço de tarifa diurna, um valor de 10,15€ , tendo-se constatado que o taxímetro continuava a contar mesmo após a largada do passageiro, aumentando para o valor de 12,80€", explicou o Comando Metropolitano da Polícia de Segurança Pública de Lisboa, que atuou através da Divisão de Trânsito.

A cliente também foi abordada pela PSP, tendo confirmado o pagamento de 16,45 euros pelo serviço.

O arguido foi sujeito a Termo de Identidade e Residência, tendo sido posteriormente libertado e notificado para comparência no Tribunal no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa – Juízo Local de Pequena Criminalidade.