Big Brother foi o termo mais pesquisado no motor de busca Google em Portugal em 2020 na categoria de Programas, Séries e Filmes. Apesar de ter estreado quase cinco meses depois do início do ano, o formato apaixonou a população com duas edições, uma das quais ainda não terminou.

Vinte anos depois da primeira edição, a TVI decidiu voltar a apostar no programa, que logo se soube um sucesso garantido. Com uma aposta num casting diferente e a escolha a recair em Cláudio Ramos para apresentador, muitos ficaram colados ao televisor.

Com data inicial definida para 22 de março, o Big Brother 2020 acabou por ser adiado para 26 de abril, como consequência da pandemia de covid-19. As primeiras duas semanas foram feitas por zoom, num formato inédito que pretendia garantir a segurança de um isolamento antes da definitiva entrada na casa.

Depois de 100 dias de jogo e de muitas polémicas à mistura, a histórica edição terminou a 2 de agosto, coroando Soraia Moreira como a vencedora do prémio no valor de 50 mil euros.

Pouco mais de um mês depois, a 13 de setembro, iniciava-se Big Brother "A Revolução", com uma programação arrojada e que também deixou os portugueses colados ao ecrã. A edição, que é apresentada por Teresa Guilherme, ainda decorre e o vencedor é anunciado a 31 de dezembro. 

António Guimarães