Partos, casamentos, os dados apresentados pela Direção-Geral da Saúde, vacinas e testes são apenas algumas das matérias que geram perguntas que os portugueses gostavam ver respondidas.

O advogado Telmo Semião, sócio e fundador da empresa CRS Advogados, e o médico Gustavo Tato Borges, vice-presidente da Associação Nacional dos Médicos da Saúde Pública, estiveram esta terça-feira na TVI24 no Covid-19: Consultório a tentar ajudar os cidadãos que têm dúvidas inerentes à pandemia do novo coronavírus.

Tenho casamento marcado no registo civil para o fim de maio. Posso manter a data”

O advogado Telmo Semião lembra que os prazos de as próprias conservatórias se encontram suspensas durante o Estado de Emergência, excetuando atos urgentes. O especialista aconselha os casais nesta circunstância a considerarem a hipótese de adiamento.

Estou grávida. Porque é que o pai não pode assistir ao parto?”

Gustavo Tato Borges, vice-presidente da Associação Nacional dos Médicos da Saúde Pública, explica que esta é uma situação muito delicada e que varia muito de consoante o hospital e às condições que este apresenta. O especialista lembra que estas são ocorrências muito sensíveis que devem ser geridas caso a caso.

Os números da DGS correspondem a 100% dos casos reportados?”

Gustavo Tato Borges, vice-presidente da Associação Nacional dos Médicos da Saúde Pública, explica os números da Direção-geral da Saúde não correspondem a todos os casos reportados, lembrando que muitas vezes podem existir erros ou duplicação de casos. Ainda assim, o médico garante que os dados da DGS correspondem à grande maioria dos casos reportados em Portugal.

Posso alterar o regime de teletrabalho para assistência aos filhos?”

O advogado Telmo Semião explica, que desde que estejam reunidos os requisitos, o apoio excecional à família pode ser solicitado, independentemente de o trabalhador estar em teletrabalho ou não. No entanto, importa reter, que o cônjuge não poderá estar em teletrabalho ou em regime de apoio excecional à família.

Qual a importância de desinfetar as ruas?”

Gustavo Tato Borges, vice-presidente da Associação Nacional dos Médicos da Saúde Pública, explica que por si só a limpeza das ruas é fundamental por si só. O médico explica que a desinfeção do pavimento é uma ajuda, mas não será tão necessária se as pessoas cumprirem o isolamento social.

Depois de ter estado infetada, só me fizeram um teste que deu negativo. Estou recuperada?”

Gustavo Tato Borges, vice-presidente da Associação Nacional dos Médicos da Saúde Pública, salienta que o protocolo da OMS refere que são necessários dois testes negativos, com o espaçamento de 24 a 48 horas, para considerar um doente com Covid-19 clinicamente recuperado.

É seguro levar o meu filho ao centro de saúde para levar a vacina do sarampo?”

Gustavo Tato Borges, vice-presidente da Associação Nacional dos Médicos da Saúde Pública, garante que é seguro ir ao centro de saúde e lembra que todos os estabelecimentos de saúde têm áreas exclusivas para os doentes infetados com Covid-19.

Nuno Mandeiro