Em Portugal estão noites com temperaturas negativas em muitas regiões do país. Está frio, muito frio e neva em regiões onde nos habituamos a ouvir falar de temperaturas mais elevadas, como é o caso do Alentejo. Em Espanha, o cenário é em tudo semelhante: está frio e a neve cobre diversas zonas do país, com temperaturas negativas recordes.

da Grécia nos chegam imagens de pessoas a banhos nas praias em pleno inverno, com temperaturas primaveris.

E na Itália, logo ali ao lado? Frio, muito frio, com temperaturas mínimas em Roma muito próximas dos 0 graus e as máximas a não chegarem aos 10º.

E a pergunta impõe-se: estaremos a viver o mesmo inverno? Estamos! Só que sob influência de fenómenos meteorológicos diferentes.

Sobre a região da Grécia, até está uma situação depressionária, o que provoca alguma instabilidade no tempo. Por exemplo, prevê-se a queda de chuva para as próximas horas, mas realmente com temperaturas muito amenas”, começa por explicar o meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera Ricardo Tavares.

Mas a região do Médio Oriente e da Europa Oriental está sob a influência de um anticiclone, que traz uma massa de ar quente vinda de África e que está a provocar estas temperaturas mais amenas. Este fenómeno ainda influencia de alguma maneira a Grécia, mas já não a Itália, por exemplo”, acrescenta.

Já a generalidade da restante Europa atravessa, de facto, uma vaga de frio, em alguns locais normal para a época, mas noutros nem por isso.

Trata-se da influência de uma massa de ar polar, que afeta sobretudo o Norte da Europa.”

Por cá, já vivíamos esse período mais frio desde a altura do Natal, que se agravou nos últimos dias por causa do vórtice polar, que entrou em desequilíbrio por causa de um aquecimento estratosférico, que empurrou o ar polar para baixo, atingindo a Europa e os Estados Unidos.

Frio vai diminuir nos próximos dias

A boa notícia é que, a partir de quarta-feira, as temperaturas vão subir, como explica Ricardo Tavares: “A partir de quarta-feira, já vamos registar uma subida da temperatura máxima. As temperaturas mínimas vão também sofrer uma ligeira subida, a partir de quinta-feira, mas vão continuar baixas. No geral, estarão temperaturas mínimas entre os 0 e os 5 graus.”

Lisboa, por exemplo, onde, para esta segunda-feira, está prevista uma temperatura de 1º, deverá subir para temperaturas mínimas “a rondar os 5 ou 6º”.

Vamos continuar a ter temperaturas mínimas abaixo de zero em algumas regiões do país, “mas dentro do normal para época”.

Portanto, vamos ver subir as temperaturas, mas nada que nos convide a ir à praia, como aconteceu aos gregos. E mais: o meteorologista Ricardo Tavares alerta que, “a partir de quarta ou quinta-feira, estão previstas neblinas matinais, que podem dar origem a nevoeiro” e a todos os condicionalismos que ele possa acarretar.

E mesmo com temperaturas menos frias, vai continuar a haver geada matinal, mesmo em locais perto do litoral.

Manuela Micael