O IPMA prevê para esta quarta-feira no continente céu geralmente pouco nublado, temporariamente com períodos de maior nebulosidade por nuvens altas, apresentando-se geralmente muito nublado no Minho e possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca no Minho até final da manhã e para o final do dia.

A previsão aponta também para vento fraco, soprando moderado do quadrante sul nas terras altas e no litoral a norte do Cabo Raso, tornando-se moderado a forte nas terras altas das regiões Norte e Centro a partir do meio da tarde, com rajadas até 75 quilómetros por hora na serra do Gerês no final do dia.

Está ainda prevista neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais e formação de geada no nordeste transmontano e na Beira Alta.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 0 (em Bragança) e os 10 graus (em Viana do Castelo e no Porto) e as máximas entre os 08 graus (na Guarda) e os 18 (em Faro).

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou dez distritos do continente estão esta quarta e quinta-feira sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte. Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro vão estar sob aviso amarelo entre as 18:00 de hoje e as 12:00 de quinta-feira sob aviso amarelo devido à agitação marítima, prevendo-se ondas de oeste-noroeste com 4 a 5 metros.

O IPMA colocou ainda o distrito de Viana do Castelo sob aviso amarelo devido à previsão de chuva persistente e por vezes forte entre as 03:00 e as 12:00 de quinta-feira.

O aviso amarelo, o terceiro da escala, revela situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

 

Dez barras fechadas e três condicionadas 

Devido à agitação marítima, dez barras marítimas de Portugal continental estão fechadas à navegação e outras três estão condicionadas devido à agitação marítima forte, segundo a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

De acordo com a Marinha, estão fechadas as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa do Varzim, Vila do Conde, São Martinho do Porto e Ericeira, no continente, e as barras de Porto da Casa, na ilha do Corvo, Santa Cruz das Flores e Lajes do Pico, nos Açores.

As barras de Aveiro e da Figueira da Foz estão fechadas a embarcações de comprimento inferior a 15 e 35 metros, respetivamente.

Segundo a Autoridade Marítima, a barra de Viana do Castelo está condicionada a embarcações de comprimento inferior a 12 metros desde as 00:25 de hoje.