Os dias até têm sido soalheiros e as tardes mais amenas do que o costume para época em alguns pontos do país, mas atenção, não sei deixe enganar pelos raios deste sol de Inverno: o frio vem mesmo aí e, a pensar nisso, medidas excecionais serão ativadas já esta quarta-feira.

O frio já se tem sentido durante a noite com as temperaturas mínimas baixas em todo o continente. De resto, as paisagens transmontanas já têm acordado sob um manto branco de geada. Mas a partir de quinta-feira, haverá um arrefecimento noturno ainda mais acentuado. E o tempo continuará seco, sem chuva.

De acordo com as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), no final da semana as temperaturas mínimas serão negativas em cinco distritos: Bragança, Vila Real, Braga, Viseu e Guarda.

Em Bragança, o frio será mesmo de bater o dente e os termómetros poderão marcar os 5 graus negativos. 

Em Lisboa, a temperatura mínima vai rondar os 3 graus e a máxima não vai ultrapassar os 11 graus. No Porto, a mínima também será de 3 graus, mas a máxima um pouco superior, de 14 graus.

Por causa do frio que aí vem esta quarta-feira Lisboa ativa o plano de contigência para proteger os sem-abrigo.

Este plano é ativado às 17:00. O Pavilhão Municipal Casal Vistoso ficará aberto diariamente (24 horas) e o Metropolitano vai deixar abertas as estações do Oriente, Saldanha, Intendente, Rossio e Santa Apolónia durante a noite. O plano de contingência irá manter-se em vigor “enquanto for necessário”, segundo a autarquia.

Os centros de saúde de Lisboa e Vale do Tejo vão ter horários alargados durante a semana e fim de semana face à "maior pressão e afluência de utentes devido ao frio" nas urgências hospitalares.

Em Sintra, também será alargado o horário das unidades de cuidados de saúde primários de Algueirão, Belas, Agualva, Rio de Mouro e Sintra para atendimento complementar.

Para se proteger do frio, a Direção-Geral da Saúde deixa várias recomendações, no seu site, como a utilização de várias camadas de roupa em vez de uma única muito grossa, evitar roupas justas, que dificultam a circulação sanguínea, optar por sopas e bebidas quentes, evitar as bebidas alcoólicas que causam aquecimento mas provocam vasodilatação com perda de calor e arrefecimento do corpo e comer alimentos ricos em vitaminas e sais que protegem contra infeções