Para esta quinta-feira e para o norte de Portugal continental, o IPMA prevê a descida da temperatura máxima e períodos de alguma precipitação.

Períodos de chuva fraca ou chuvisco nas regiões do litoral, onde deverá ser temporariamente moderada entre o meio da manhã e o meio da tarde, podendo estender-se às regiões do interior a partir da tarde”, assume o IPMA.

Para as regiões do centro e sul, aguardam-se períodos de céu muito nublado, com possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca ou chuvisco no litoral oeste.

Haverá ainda uma descida da temperatura mínima nas terras altas e da temperatura máxima, em especial no interior.

Nos Açores preveem-se períodos de céu muito nublado com boas abertas e na Madeira períodos de céu muito nublado com aguaceiros fracos a partir da tarde, em especial nas vertentes norte e terras altas.

O IPMA prevê para a região norte do continente períodos de céu muito nublado, apresentando-se muito nublado no litoral até ao meio da tarde e pouco nublado no interior até ao final da manhã.

Está também previsto vento fraco a moderado do quadrante oeste, soprando por vezes moderado nas terras altas, em especial a partir da tarde, neblina ou nevoeiro matinal no litoral e descida da temperatura máxima.

Na região centro e sul estão previstos períodos de céu muito nublado, apresentando-se muito nublado no litoral oeste até ao final da manhã e pouco nublado no interior e sotavento algarvio até ao meio da tarde.

Há também uma possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca ou chuvisco no litoral oeste, sendo essa possibilidade até ao meio da manhã a sul do Cabo Raso.

Está também previsto vento fraco a moderado do quadrante oeste, soprando moderado a forte nas terras altas a partir da tarde e rodando para noroeste, neblina ou nevoeiro matinal no litoral oeste, descida da temperatura mínima nas terras altas e da máxima, em especial no interior.

As temperaturas mínimas no continente vão oscilar entre os 12 graus Celsius (na Guarda e em Viseu) e as máximas entre os 22 (no Porto e em Viana do Castelo) e os 33 (em Évora).