Um homem de 36 anos foi detido pela prática de dois crimes de homicídio na forma tentada em Gondomar, tendo ficado em prisão preventiva, informou, esta segunda-feira, a Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ).

Segundo aquela polícia de investigação, a ação foi levada a cabo pela Diretoria do Norte, depois de, a 2 de julho de 2017, em Gondomar, “um suposto relacionamento amoroso entre a ex-mulher do arguido e uma das vítimas” ter gerado uma abordagem por parte do agressor.

Na ocasião, tendo visto as vítimas a trabalhar em Fânzeres - Gondomar, o arguido abordou-as e, no decorrer de uma acesa troca de palavras, envolveram-se em agressões físicas”, lê-se no comunicado da PJ, que acrescenta: “o arguido acabou por se munir de uma arma de fogo e efetuou vários disparos na direção das vítimas, logrando atingir uma delas nos membros superiores e inferiores, colocando-se de seguida em fuga”.

A PJ acrescenta que o “detido, de 36 anos, comerciante de automóveis, com antecedentes criminais pela prática de crimes violentos contra pessoas e contra o património e por tráfico de droga, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva”.