Uma mega operação do Comando Territorial de Setúbal, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Almada, no bairro Terras da Costa, na Costa de Caparica, em Almada, fez seis detidos - cinco homens e uma mulher com idades compreendidas entre os 26 e os 58 anos. 

Três dos suspeitos foram detidos em flagrante delito.

Ao que foi possível apurar, a investigação por tráfico de droga, que já decorria há um ano e meio, teve início cerca das 5:00 deste domingo e terminou perto das 11:00. 

A GNR conseguir desmantelar a rede que se dedicava ao tráfico de estupefacientes através da venda direta ao consumidor no concelho de Almada, com obtenção de valores pecuniários ou de bens materiais obtidos através de furtos.

Em comunicado, a GNR informa que "no decorrer das diligências policiais, foram realizadas 13 buscas domiciliárias, oito buscas não domiciliárias e foi ainda dado cumprimento a três mandados de detenção, culminando na apreensão de diverso material ilícito e bens furtados, designadamente drogas, armas, telemóveis e numerário, em quantidades que serão divulgadas logo que a informação esteja devidamente processada".

 

A operação, que envolveu mais de cem militares, contou com o reforço do Grupo de Intervenção de Operações Especiais (GIOE), do Grupo de Intervenção de Ordem Pública (GIOP), Grupo de Intervenção Cinotécnica (GIC), da estrutura de Investigação Criminal do Comando Territorial de Setúbal, do Destacamento de Intervenção (DI) de Setúbal e com o apoio da Polícia de Segurança Pública.

O bairro Terras do Costa trata-se de um bairro de construção ilegal comummente conhecido como Terras do Lelo Martins, onde vivem cerca de 400 pessoas. 

Os detidos foram constituídos arguidos e permanecem nas instalações da GNR até serem presentes a primeiro interrogatório judicial, amanhã, no Tribunal Judicial de Almada para aplicação de medidas de coação.

Daniela Rodrigues Andreia Miranda José Gabriel Quaresma / Notícia atualizada às 12:01