Perto de 25 mil testes à covid-19 foram realizados em Lisboa e Vale do Tejo entre 27 de maio e 07 de junho, com uma taxa de positividade de 0,17%, segundo dados divulgados pela Task Force do plano de testagem.

No âmbito do Plano de Intervenção de Testagem na Região de Lisboa, foram realizadas 51 iniciativas nesta região, que tem merecido “alguma preocupação acrescida” devido ao aumento do número de casos, disse o coordenador da Task-Force para a promoção do "Plano de Operacionalização da Estratégia de Testagem em Portugal", Fernando Almeida, na Assembleia da República.

Ouvido na Comissão Eventual para o acompanhamento da aplicação das medidas de resposta à pandemia da doença covid-19 e do processo de recuperação económica e social, a requerimento do PSD, Fernando Almeida afirmou que estão a “testar significativamente” na região de Lisboa e Vale do Tejo, que nas últimas 24 horas registou 348 novos casos de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2, de um total de 598 registados em todo o país.

Os 24.690 testes realizados entre 27 de maio e 7 de junho, foram feitos em zonas de concentração e convívio, interfaces de transportes, zonas de grande circulação, restauração, estabelecimentos de educação e ensino, táxis e viaturas TVDE, entre outros contextos.

Do total de testes, 17.582 foram realizados em estabelecimentos de educação e ensino, dos quais 31 tiveram resultado positivo, adiantam os dados da Task Force avançados à agência Lusa.

No Ensino Superior, foram realizados 4.679 testes, número que abrange apenas cerca de metade dos estabelecimentos de ensino da região e compreendem um período mais curto, entre 29 de maio e 04 de junho.

A pandemia de covid-19 já provocou em Portugal 17.037 mortos dos 853.632 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Portugal já realizou cerca de 12 milhões de testes, mais de metade este ano

Portugal já realizou cerca de 12 milhões de testes à covid-19 desde o início da pandemia, sendo que mais de metade (53%) foram feitos nos primeiros cinco meses deste ano, disse hoje o coordenador da ‘task force’ da testagem.

O mês de janeiro foi o mês em que mais testámos, mais de 1,6 milhões”, afirmou Fernando Almeida na Comissão Eventual para o acompanhamento da aplicação das medidas de resposta à pandemia da doença covid-19 e do processo de recuperação económica e social, onde foi hoje ouvido a pedido do PSD.

O coordenador da ‘task force’ para a promoção do "Plano de Operacionalização da Estratégia de Testagem em Portugal" precisou que 22 de janeiro foi o dia em que foram realizados mais testes (77 mil), adiantando que nessa altura a taxa de positividade atingiu os 20,2%.

Realçou o “grande esforço” que a ‘task force’ tem feito para manter os níveis de testagem: “Em abril chegámos a fazer quase 99 mil testes, mas aqui com uma diferença significativa em que a positividade era apenas de 0,8%”.

Em média, foram feitos 40 a 50 mil testes por dia, uma média que tem sido mantida semanalmente, adiantou Fernando Almeida.

. / HCL