O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, mandou instaurar um processo de inquérito à delegada regional de Educação do Alentejo, Maria João Charrua, depois da reportagem da TVI sobre as festas na Segurança Social de Évora.

Era a delegada da Educação que não só cedia o auditório da Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares para os eventos, como convidava os colaboradores da DGEstE a participarem nos mesmos.

A informação foi confirmada à TVI pelo gabinete de Tiago Brandão Rodrigues.

Durante a reportagem a Diretora da DGEstE já se tinha demarcado da conduta de Maria João Charrua, que garantiu “desconhecer por completo”. Maria Manuela Faria disse na altura também que se havia funcionários da Educação a participar nas festas, “não devia haver”.

A reportagem da rubrica Alexandra Borges denunciou "Zé das Festas", um diretor da Segurança Social que organiza festas para os funcionários em horário de serviço, enquanto a instituição enfrenta um cenário de caos.

Uma investigação que faz o retrato de como vai a Segurança Social em Portugal, ou melhor, a “insegurança social”, como muitos lhe chamam.