Tiago Machado, o jovem português que esteve desaparecido na Alemanha, é suspeito de ter matado o padrasto à facada em Caneças, Odivelas, na passada segunda-feira.

O emigrante português, de 20 anos, encontra-se detido pelas autoridades.

A vítima mortal, de 46 anos, vivia com o jovem na Alemanha, onde ambos trabalhavam, e partilhavam o quarto.

Em janeiro, o jovem esteve desaparecido durante cerca de uma semana, acabando por ser encontrado na rua pela mãe, que tinha viajado para Garching para procurar o filho. Na altura, em declarações à TVI24, a irmã do jovem, Soraia Machado, foi o padrasto que deu o alerta para o desaparecimento e que se sentia "um bocado culpado" por o enteado ter desaparecido.

Foi feita uma videochamada. Estavam os três a falar (Tiago, mãe e padrasto). Ela costuma falar várias vezes ao dia com o meu padrasto, como ele está lá e como eles estão no mesmo quarto, pronto, acaba por falar também com o meu irmão, várias vezes ao dia. Naquele dia falaram, depois ele saiu, como costuma fazer. Não disse nada. Simplesmente saiu", afirmou Soraia em entrevista. 

O suspeito é cunhado do jogador João Cancelo, atualmente a jogar no Inter de Milão.

A Polícia Judiciária a investigar o caso.

Depois de presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Lisboa Norte – Loures, o juiz de instrução criminal aplicou ao jovem a medida de coação mais gravosa: prisão preventiva.

 

Andreia Miranda