Um homem de 55 anos ficou hoje ferido após “um tiro acidental no olho” por parte do companheiro de caça, em Longroiva, no concelho da Mêda, adiantou à agência Lusa o comandante dos bombeiros voluntários locais.

“Os homens andavam na caça e um deles atirou acidentalmente no outro e atingiu-o no olho. É um ferido grave, mas sem correr risco de vida, mas terá perdido a vista”, contou à agência Lusa José Lemos.

O comandante dos Bombeiros Voluntários da Mêda, concelho do distrito da Guarda, contou que “o tiro foi feito com arma de caça e foi o próprio amigo que o alvejou e com quem andava à caça que pediu ajuda”.

“Quando foi dado o alerta de vítima de arma de fogo foi acionado o meio aéreo, mas depois como a Guarda não tem Oftalmologia e o helicóptero já estava no ar, acabou por ser de entendimento ser helitransportado para Coimbra”.

Segundo o Comando Distrital de operações de Socorro (CDOS) da Guarda, o alerta foi dado às 11:23, e no local, “em Longroiva, junto ao IP2, estiveram 15 operacionais, apoiados por cinco viaturas e o helicóptero do INEM”.

/ AM