Um jovem de 14 anos morreu afogado, esta segunda-feira, numa zona não vigiada a sul da praia da Tocha, Cantanhede. 

A Autoridade Marítima Nacional informou, em comunicado, que recebeu o alerta dando conta de que dois banhistas estavam em dificuldades numa zona a sul da praia da Tocha 

De imediato foram "ativadas uma embarcação e uma mota de água da Estação Salva-vidas da Figueira da Foz, duas viaturas Amarok do projeto 'SeaWatch', o piquete da Polícia Marítima e dois elementos do programa 'Praia Segura'".

Um dos jovens foi retirado da água por surfistas que se encontravam no local e acabou por recuperar, tendo sido transportado de ambulância para o hospital, enquanto os meios iniciaram as buscas pelo segundo jovem, que estava desaparecido.

Após cerca de 30 minutos, o jovem desaparecido foi avistado e recuperado pelos elementos do projeto 'SeaWatch', que iniciaram manobras de suporte básico de vida, tendo os elementos da Viatura Médica de Emergência e Reanimação dado continuidade às mesmas", refere o mesmo comunicado.

O segundo jovem, em paragem cardiorrespiratória, acabou por morrer no local.

Para além dos elementos da Autoridade Marítima Nacional, estiveram envolvidos nas operações de busca e resgate os Bombeiros Voluntários de Cantanhede, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) e um psicólogo do INEM.

Sofia Santana