As frutas e legumes são tradicionalmente conhecidas por fazerem bem à saúde. No entanto, alguns podem ser prejudiciais, se não forem consumidos de forma correta. Saiba como consumir estes alimentos potencialmente perigosos, de acordo com uma lista elaborada pela CNN.

Batata

Para que se torne prejudicial, basta que a batata seja consumida ainda verde, estragada ou já a brotar. Se o fizer, pode apresentar sintomas de envenenamento como vómitos ou dores de estômago e, em casos mais graves, alucinações e até paralisia.

Mandioca

A mandioca, muito consumida na África, na América do Sul e em algumas zonas asiáticas, alimenta mais de 600 milhões de pessoas a nível mundial. Pode ser consumida frita, cozida ou assada ou ainda moída para fazer farinha. No entanto, também pode ser tóxica se não for processada corretamente. A mandioca contém, naturalmente, cianeto de hidrogénio, que pode causar paralisia. O seu processamento envolve uma mistura de fermentação, descascamento, secagem e cozedura. Comida crua ou mal processada implica a ingestão de cianeto, que pode afetar as hormonas da tiróide e danificar as células nervosas do cérebro relacionadas com o movimento.

Feijão vermelho

As toxinas são muito elevadas no feijão vermelho cru e reduzidas quando cozido. De acordo com a autoridade alimentar dos Estados Unidos, a Food and Drug Administration (no original), bastam quatro ou cinco feijões crus para causar sintomas. Em apenas três horas, as pessoas podem desenvolver náuseas, vómitos e diarreia. Neste caso, é provável que as pessoas recuperem dos sintomas rapidamente, daí que não se apercebam da verdadeira fonte da doença e a confundam apenas com azia ou má disposição.

Líchia

O exterior do fruto apresenta vários picos, que contrastam com um interior macio e doce. No entanto, não deve ser consumido de estomâgo vazio, pois pode provocar hipoglicemia. Na Índia, todos os anos, centenas de crianças são hospitalizadas com sintomas de febre e convulsões, mas as causas para a doença permaneciam desconhecidas. Agora, um relatório revelou que esses sintomas se devem a toxinas presentes nas líchias verdes que, quando combinadas com um baixo nível de açúcar no sangue ou desnutrição, podem resultar em hipoglicemia ou baixar ainda mais os níveis de açúcar no sangue. Isto acontece porque essas toxinas bloqueiam a produção de açúcar no corpo, o que é especialmente perigoso quando dormimos, altura em que os níveis de açúcar no sangue diminuem naturalmente. O médico que liderou a investigação em Muzzaffarpur, a região indiana que mais produz este fruto, Padmini Srikantiah, diz mesmo que esse bloqueio pode levar a uma encefalopatia, uma mudança no funcionamento do cérebro.

Ackee

O ackee é fundamental na alimentação dos jamaicanos, mas os locais alertam que este fruto só deve ser consumido muito maduro ou cozido, caso contrário, tal como a líchia, também pode causar hipoglicémia.

Carambola ou starfruit

Além de ser comida crua, como fruta, a carambola é também utilizada como remédio ervanário para tratar de algumas doenças, mas, o que pode não saber é que o fruto pode ser fatal se for consumido por alguém com insuficiência renal. As toxinas da carambola podem, ainda, causar distúrbios neurológicos. Os sintomas de envenenamento incluem soluços, confusão e convulsões.

Cana-de-açúcar

Comer cana-de-açúcar não é prejudicial, mas se for armazenada fará com que se desenvolva um fungo, que pode ser mortal, sobretudo para as crianças. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, este fungo pode causar vómitos, náuseas, convulsões, espasmos e coma.