O Tribunal de Mirandela decretou esta terça-feira prisão preventiva a uma mulher de 30 anos que pertencia a uma rede de tráfico de droga que operava a partir de um estabelecimento prisional no Porto.

A mulher foi detida, na segunda-feira, pelo Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Mirandela, no distrito de Bragança, no âmbito de uma investigação que, em setembro do ano passado, tinha levado à detenção de um casal responsável pela distribuição de haxixe nos concelhos de Mirandela e Mealhada.

A agora detida reside no Porto e, de acordo com as autoridades, seria o “suporte no exterior” de uma rede de tráfico de droga dirigida pelo companheiro de 34 anos, a partir do Estabelecimento Prisional do Porto, onde este se encontra a cumprir pena por tráfico de estupefacientes.

A investigação das autoridades desencadeou a operação realizada na segunda-feira, em que foram executados um mandado de detenção da mulher de 30 anos e duas buscas, uma domiciliária e outra no Estabelecimento Prisional no Porto.

Nestas buscas foram apreendidos nove telemóveis, dois tablets, 350 euros em numerário e registos escritos de transações financeiras.

A ação contou com o reforço da estrutura de investigação criminal do Comando Territorial de Bragança e da Secção Cinotécnica de Bragança e com o apoio da PSP e da Guarda Prisional do Porto.

/ AG