Um homem ficou em prisão preventiva depois de ter sido detido por suspeita de tráfico de droga, nas imediações de uma escola secundária na Venteira, na Amadora, informou esta segunda-feira a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Segundo a nota publicada no site da PGDL, “desde pelo menos maio de 2018 que o arguido se dedicava à venda de produtos estupefacientes, nomeadamente haxixe, diretamente a consumidores no interior da sua residência”, em Queluz, no concelho de Sintra, distrito de Lisboa, e nas imediações da escola, no município da Amadora (no mesmo distrito).

O detido está ainda indiciado pelo crime de detenção de arma proibida.

Ao arguido foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva, por se ter considerado fortemente indiciado o perigo de continuação da atividade criminosa, de fuga e o perigo para a ordem e tranquilidade públicas”, refere a nota divulgada, indicando que o homem foi presente ao juiz de instrução criminal no passado dia 20.

O processo está em segredo de justiça e a investigação decorre sob a direção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Sintra – Comarca de Lisboa Oeste.