A GNR de Almada deteve três pessoas na sequência de uma investigação relacionada com tráfico de droga, esta terça-feira. Foram detidos, em flagrante delito, um homem e uma mulher, de nacionalidades portuguesa e cabo-verdiana. Os suspeitos têm 46 e 35 anos, respetivamente. Foi ainda detida uma terceira pessoa, na sequência do cumprimento de um mandato de detenção. Tem 32 anos e também é de nacionalidade cabo-verdiana.

Após buscas aos domicílios dos suspeitos, as autoridades acabaram por encontrar droga proveniente da América do Sul, que estaria avaliada em cerca de três milhões de euros. O homem de 46 anos foi detido na chegada ao aeroporto, conforme adiantou uma notícia da TVI.

A investigação da GNR, que foi iniciada há cerca de 11 meses, reuniu informações que relacionam estes suspeitos à venda de estupefacientes na Charneca da Caparica.

O indivíduo detido no aeroporto tinha acabado de chegar do Brasil e transportava perto de três quilos de cocaína pura numa mala dissimulada para o transporte de droga. As autoridades realizaram depois quatro buscas residenciais e uma num estabelecimento, numa zona urbana da Trafaria.

Após as diligências, foram encontrados os seguintes itens: 67,5 doses de cocaína; 1 pistola 6,35mm; 3580€ em numerário; 32,3g de ouro; uma mala de viagem preparada para ser dissimulada com estupefaciente no seu interior; material de corte, embalamento e distribuição de estupefaciente.

Os dois suspeitos masculinos foram constituídos arguidos e presentes a tribunal esta quinta-feira, de onde saíram com prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa.

A mulher acabou por ficar sujeita a termo de identidade e residência.