Mais de 90 operacionais continuavam cerca das 08:00 a combater o incêndio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo, em Cascais, que deflagrou no domingo e que já está dominado, adiantou uma fonte da Proteção Civil.

O alerta para o incêndio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo, no concelho de Cascais, distrito de Lisboa, foi dado como dominado às 00:30 de domingo.

Em declarações esta segunda-feira à agência Lusa, uma fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) explicou que o incêndio está dominado, não havendo risco para a população.

Os operacionais estão a levar a cabo, com a ajuda de maquinaria pesada, trabalhos de remoção do lixo. Por se tratar de grandes quantidades de lixo, o trabalho tem de ser feito com muito cuidado para que nada escape e possa provocar algum reacendimento”, explicou.

A mesma fonte da ANPC adiantou que no local estão 96 operacionais, com o auxílio de 45 veículos.

Os operacionais vão continuar no local por tempo indeterminado”, disse ainda a mesma fonte.

No domingo, o presidente da Tratolixo disse que a fábrica continuava a receber resíduos e a trabalhar, já que o incêndio não danificou nenhum material ou equipamento.

De acordo com João Dias Coelho, ardeu apenas uma área confinada com resíduos de limpeza, com material combustível e inflamável.

Desconhecem-se as causas do incêndio.

/ AR