Um turista suíço com cerca de 60 anos morreu esta segunda-feira na sequência de uma queda quando efetuava o percurso pedestre entre a Portela e o Ribeiro Frio, nas serras da Madeira, disse fonte dos bombeiros de Machico.

A mesma fonte adiantou à Lusa que o alerta para o acidente foi dado cerca das 13:00.

“Escorregou de uma altura de aproximadamente três metros e quando os elementos da corporação chegaram ao local já estava sem sinais de vida”, acrescentou.

Para o local foram acionados uma ambulância e dois carros de apoio dos Bombeiros Municipais de Machico, reforçados depois pela equipa de resgate em montanha, informou.

“A vítima não caiu de uma altura muito alta, mas o local é de difícil acesso e o corpo ainda não foi retirado”, disse cerca das 16:00.

A fonte complementou que o homem estava acompanhado e que está um familiar no local.

Os passeios nos percursos pedestres, as denominadas ‘levadas’, são uma das atividades mais procuradas por visitantes e residentes na Madeira, sendo frequente as notícias de quedas de caminhantes.

A última morte havia ocorrido em 19 de agosto, um turista francês, com 51 anos, que caiu de uma altura estimada entre os 50 e 60 metros, numa levada no concelho da Calheta, na zona oeste da ilha da Madeira.

Estava acompanhado pela mulher e os filhos.

/ RC