O “Camião da Esperança” faz a primeira paragem no sábado, em Vila Real, um projeto solidário que pretende contribuir para a realização de testes a Covid-19 e apoiar o Serviço Nacional de Saúde (SNS), anunciaram os promotores. A iniciativa conta com o apoio da TVI.

O “Camião da Esperança” é uma viatura totalmente equipada, que conta com uma equipa de quatro médicos, quatro enfermeiros, dois administrativos e um motorista e vai percorrer, até 19 de maio, municípios do interior com o objetivo de informar, aconselhar e testar os habitantes destes territórios.

A iniciativa arranca sábado em Vila Real, seguindo depois para Chaves (segunda-feira) e Mirandela (terça-feira).

A responsabilidade técnica da ação é assegurada pela Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, que articula com a Autoridade de Saúde “a identificação de focos prioritários, procedimentos de rastreamento e atuação, sempre com o envolvimento dos responsáveis municipais”.

Segundo o comunicado dos promotores, os utentes “que são identificados previamente pela ARS realizam os testes” nas instalações desta unidade móvel.

Além do apoio da TVI, o projeto conta com o contributo da Galp, Rádio Comercial, KPMG, Unilabs, Mundipharma, Planetiers World Gathering e GlobalSport.

A responsabilidade técnica da ação é assegurada pela Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, que articula com a Autoridade de Saúde “a identificação de focos prioritários, procedimentos de rastreamento e atuação, sempre com o envolvimento dos responsáveis municipais”.

Segundo o comunicado dos promotores, os utentes “que são identificados previamente pela ARS realizam os testes” nas instalações desta unidade móvel.

O projeto conta com o contributo da Galp, TVI, Rádio Comercial, KPMG, Unilabs, Mundipharma, Planetiers World Gathering e GlobalSport.

A iniciativa tem ainda o apoio Ministério da Saúde e das administrações regionais de saúde (ARS).

O objetivo desta ação solidária é aumentar o número de testes em comunidades com problemas de mobilidade e, desta forma, contribuir para minimizar o impacto da pandemia em Portugal.

Segundo o comunicado, o “Camião da Esperança” está preparado para a realização de mais de 100 testes diários, com a perspetiva de divulgação de resultados em 48 horas.

A viatura possui material médico-cirúrgico necessário para a realização dos testes, bem como duas salas de observação, áreas de reservadas de controlo e instalações sanitárias.

Portugal, que prolongou o estado de emergência até 02 de maio, regista hoje 657 mortos associados à covid-19, mais 28 do que na quinta-feira, e 19.022 infetados (mais 181), segundo indica o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

. / AG