Um agricultor matou esta terça-feira um empregado com dois tiros de caçadeira numa herdade do concelho da Vidigueira, no Baixo Alentejo, e entregou-se depois à PSP de Beja, disse à Agência Lusa fonte da GNR.

O crime ocorreu por volta das 14:40 no Monte do Freixo, freguesia de Selmes, quando o patrão, de 66 anos, terá matado o empregado, de 49 anos, com «dois tiros de caçadeira», precisou o major João Maia do Comando Territorial de Beja da GNR.

As razões do crime «ainda são desconhecidas», mas «tudo indica que terá sido motivado por uma desavença laboral», disse o oficial, referindo que, na altura do crime, a vítima «estava a reparar uma alfaia agrícola».

Segundo o major, após o crime, o suspeito «entregou-se e assumiu a autoria do homicídio» na esquadra da PSP de Beja, a mais de 20 quilómetros da aldeia de Selmes.

Contactado pela Lusa, o comissário Nuno Poiares, do Comando Distrital de Beja da PSP, confirmou que «um homem apresentou-se hoje de tarde» naquela esquadra dizendo que «tinha cometido um homicídio».

Segundo o comissário, o alegado homicida, que será presente ao Tribunal de Cuba, foi entregue pela PSP à Polícia Judiciária, que está a investigar o caso.
Redação / CMM