Um incêndio lavra «com intensidade» no concelho de Miranda do Corvo (Coimbra), num altura em que há outros três fogos por circunscrever nos distritos de Viseu, Porto e Leiria, segundo a Protecção Civil.

Segundo um ponto da situação às 17:15 da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), um incêndio de grandes proporções com duas frentes activas, que está a «evoluir com intensidade», deflagrou em zona de floresta às 14:40, em Moinhos, Miranda do Corvo, distrito de Coimbra.

As chamas que ameaçam um povoamento florestal estão a ser combatidas por 171 bombeiros, 20 elementos do Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro da GNR e oito elementos da Equipa de Sapadores Florestais, num total de 199 operacionais.

Na zona estão ainda 46 veículos, um helicóptero de ataque inicial, um helicóptero bombardeiro pesado, dois aviões de ataque inicial e três aviões bombardeiros pesados, precisa a ANPC.

Continua também por circunscrever um incêndio com uma frente activa que lavra desde às 14:10 em Parada, concelho de Paços de Ferreira, distrito do Porto. No terreno encontram-se dez bombeiros e cinco veículos.

Em Barrô, concelho de Resende, distrito de Viseu, um incêndio que lavra desde às 13:54 em área de floresta «está a evoluir favoravelmente», segundo a ANPC. No combate às chamas estão envolvidos dez bombeiros, apoiados por dois veículos e um helicóptero de ataque inicial.

No distrito de Leiria, 81 operacionais combatem um incêndio que lavra «com pouca intensidade» em área de mato, em Porto de Mós, desde as 14:47. As operações no terreno estão a ser apoiadas por 21 veículos, um helicóptero de ataque inicial e um avião bombardeiro pesado.