Uma mulher ficou desalojada na noite de sábado na sequência de um incêndio na habitação onde residia na zona da Rochinha na cidade do Funchal, confirmou este domingo o comandante Barradas dos Bombeiros Voluntários Madeirenses (BVM).

«O incêndio deu-se dez minutos antes da meia-noite e não teve nada a ver com o fogo-de-artifício da passagem de ano», disse à Agência Lusa. Segundo apurou o jornalista da TVI na Madeira, este incêndio poderá estar relacionado com o lançamento de foguetes por parte de populares.

A casa ficou destruída pelo fogo e a mulher, sexagenária, ficou realojada na casa de um filho, adiantou.

O segundo comandante Barradas dos BVM revelou ainda que a noite da passagem de ano ficou marcada por alguns focos de incêndios devido à caída de faúlhas do rebentamento do fogo para terrenos baldios na zona de São Gonçalo, e por uma queda de uma mulher de 40 anos de uma altura de três metros alegadamente por desequilíbrio quando se encontrava junto a um muro observando o espetáculo pirotécnico.

Os Bombeiros Municipais do Funchal também acorreram a alguns fogos em mato mas, tal como os BVM, não perigaram vidas, nem bens.

De acordo com Marco Costa, responsável pelo consórcio Pyrofel/HC e Filhos que teve a cargo este ano o fogo-de-artifício, «o espectáculo correu dentro da normalidade, sem incidentes e segundo o programado» remetendo para os particulares a responsabilidade dos pequenos fogos que aconteceram durante a deflagração das boas-vindas ao 2012.
Redação