«Conclui-se que mais de 50 por cento das pessoas com mais de 50 anos têm, de alguma forma, repercussão na sua vida devido a sintomas da doença»





Objectivo: sensibilizar os doentes