O grupo que anda a fazer violentos assaltos na zona de Cascais é do leste europeu, não deixa vestígios e actua muito rapidamente. Uma das vítimas foi Schwartz, ex-jogador do Benfica. Ele e a família estiveram sequestrados dentro de casa, ameaçados de morte.

O mesmo aconteceu a um casal na Quinta da Marinha. À TVI um deles descreveu os momentos em que chegaram a temer pela vida. Veja aqui a reportagem

Uma das vítimas foi para Ilda Marques que aceitou dar a cara e mostrar as marcas do violento assalto que sofreu, na própria casa. Ilda ainda tentou escapar mas só conseguiu fugir a um dos homens.

Não levaram dinheiro mas muitas jóias, cerca de 500 mil euros em ouro e pedras raras. O roubo foi rápido, pouco mais de uma hora. Uma eficácia que para Ilda prova que se trata de um gangue especializado. E é essa a ideia da polícia. Os homens não deixam vestígios, vestem-se de preto, usam luvas para esconder as impressões digitais. Só mostram os olhos e denunciam a origem: de leste.

À TVI Schwartz confessou que a família está a recuperar do trauma e pouco mais disse. Os casos estão entregues à polícia judiciária.
Redação / CLC