Uma aeronave espanhola amarou esta terça-feira no rio Minho na zona do Cais da Rua dos Pescadores, em Caminha, devido a problemas técnicos.

De acordo com o CDOS de Viana do Castelo, não há vítimas a registar na sequência da queda do ultraleve.

De acordo com o capitão do Porto e comandante da Polícia Marítima (PM) de Caminha, Pedro Costa, "os dois tripulantes espanhóis não necessitaram de assistência médica".

Foi uma manobra controlada. A avioneta realizou uma amaragem devido a problemas técnicos detetados durante o voo", explicou.

O alerta para o acidente foi dado às 15:53 horas.

A Proteção Civil diz que para este acidente aéreo foram mobilizados 21 operacionais apoiados por sete viaturas.

João Ferreira Pelarigo / com Lusa