A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional Contra-Terrorismo, apanhou, na terça-feira, o "grupo criminoso" suspeito de ter raptado, agredido e roubado um estudante universitário angolano, em maio último, na Grande Lisboa.

No decurso da operação foram detidos quatro homens, com idades compreendidas entre os 25 e os 33 anos, e "foram apreendidos relevantes elementos de prova", indica a PJ em comunicado.

"A vítima foi raptada durante a madrugada, na via pública, com contornos de grande violência, tendo sido mantida em cativeiro durante várias horas, torturada, agredida e ameaçada, com o objetivo consumado de lhe ser extorquida quantia em dinheiro", descreve, ainda, a polícia.

Os arguidos serão presentes nesta quarta-feira ao Tribunal de Instrução Criminal de Sintra, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação.

/ CM