O serviço de urgência do Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, esteve sem clínicos gerais entre as 20:00 de sábado e as 08:00 deste domingo.

A denúncia foi feita pelo Sindicato Independente dos Médicos.  A urgência foi assegurada por médicos especialistas.

Também no Alentejo, mas no Hospital Espírito Santo, em Évora, há utentes a reclamar do tempo de espera na urgência.

A administração do hospital justificou uma maior afluência no serviço de urgência com o aumento dos problemas respiratórios e de desidratação da população mais velha, Ainda assim, garantiu à TVI que os tempos médios estão a ser cumpridos.

Carla Correia